Saúde Ambiental. Salud Ambiental. Environmental Health. Santé Environnementale.
Para que se saiba mais sobre Saúde Ambiental, Saúde Pública, Segurança Alimentar, Segurança e Higiene do Trabalho, Educação Ambiental. Para que se saiba mais sobre nós, Técnicos de Saúde Ambiental.
Todas as opiniões aqui expressas são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
AGORA ESTAMOS AQUI

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Os alunos de Saúde Ambiental na Central Termoeléctrica do Ribatejo

Esta semana, no âmbito das actividades desenvolvidas na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa, fez-se uma visita à Central Termoeléctrica do Ribatejo.

A Central Termoeléctrica do Ribatejo, construída junto à Central do Carregado, localiza-se na localidade da Vala do Carregado. A selecção daquele local, para efeitos da sua construção, resultou da avaliação da sua adequabilidade tendo em conta diversos factores, entre os quais factores ambientais, nomeadamente, a viabilidade de cumprimento da legislação ambiental aplicável.

Tendo em conta os propósitos da visita, importa referir que, segundo informação veículada pela Central, as emissões de poluentes atmosféricos, designadamente SO2, NOx e CO2, são reduzidas.

Esta evidência resulta do controlo em contínuo das emissões atmosféricas, medidas em cada uma das três chaminés dos três grupos da Central (do tipo turbina de gás em ciclo combinado e com uma potência eléctrica unitária de 392 MWe) e da monitorização garantida pela Rede de Monitorização da Qualidade do Ar existente na área envolvente à Central Termoeléctrica do Ribatejo, constituída por uma torre meteorológica e cinco estações de monitorização, distribuídas geograficamente tendo em conta os ventos predominantes. Todas as estações promovem a monitorização de SO2, Partículas e NOx, sendo que uma (Faiel) tem ainda um analisador de CO e outra (RDP) um analisador de O3.

A necessidade de garantir a monitorização de SO2 e Partículas, apesar das emissões destes "poluentes" serem, para este tipo de Central, virtualmente zero (0), deve-se ao facto de ao lado desta unidade, estar instalada a Central Termoeléctrica do Carregado, que para produção de energia ainda recorre a fuelóleo.

1 comentários:

Carla Ramos disse...

Há que se dizer que os dois interlocutores que tivémos foram dois indíviduos com elevado poder de síntese e sempre muito direccionados para a área de qualidade do ar exterior!!
"a turbina...o motor...o gás natural entra...a caldeira" depois voltvam a repetir para ter a certeza de que nós fixavamos tudo! "a turbina...o motor...o gás natural... a caldeira"!

A visita foi realmente interessante(sem ironias), pena foi mesmo o tempo perdido dentro da sala e depois o sr.motorista também não podia esperar por nós e a visita às instalações foi tipo "lusco-fusco" =/

Marcos e Débora (Debby) muito atentos à visita! ahahaha =D