Saúde Ambiental. Salud Ambiental. Environmental Health. Santé Environnementale.
Para que se saiba mais sobre Saúde Ambiental, Saúde Pública, Segurança Alimentar, Segurança e Higiene do Trabalho, Educação Ambiental. Para que se saiba mais sobre nós, Técnicos de Saúde Ambiental.
Todas as opiniões aqui expressas são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
AGORA ESTAMOS AQUI

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Os Segredos de Alcova dos Mestres Cozinheiros: retrato de um Técnico de Saúde Ambiental

Os Segredos de Alcova dos Mestres Cozinheiros é um livro de Irvine Welsh que já está na minha lista de compras.

«Improvável título para um romance gótico, Os Segredos de Alcova dos Mestres Cozinheiros. Parece mais título de folhetim erótico do que outra coisa. Ainda mais quando o seu autor, Irvine Welsh, nos habitou a ser mais lacónico, assinando obras como Ecstasy, Porno, ou o mais que famoso e badalado Trainspotting [um dos meus livros favoritos, a par de 1984 de George Orwell].

Mas é de uma parábola gótica que se trata. Não tão in your face como Trainspotting, o livro publicado em 1993 que juntava quatro viciados em heroína e que acabou por ser adaptado ao cinema, mas à mesma tendo como cenário uma Edimburgo obscura e decadente, e à mesma com muito sexo, álcool, cocaína e asneiras à mistura. E claro, uma ou duas cenas nojentas a la Welsh, como aquela em que a personagem principal paga com sexo uma consulta a uma “bruxa” de meia-idade obesa e... muito pouco asseada.

Tudo começa num concerto dos Clash, em 1980, mas é 23 anos depois que a acção se concentra: Danny Skinner é um técnico de saúde ambiental na Câmara de Edimburgo, uma espécie de funcionário da ASAE que tem de inspeccionar restaurantes e que parece apostado em dar cabo da vida em pubs, a cheirar linhas de cocaína e a envolver-se em pancadarias. Skinner vive obcecado em descobrir quem é o pai, tanto como em destruir um novo colega com quem tem de competir pela mesma promoção, Brian Kibby, um pobre coitado cujo grande divertimento é coleccionar miniaturas de comboios e ir às convenções do Star Trek.

Muito à Retrato de Dorian Gray (livro de Oscar Wilde que Welsh cita), Kibby vai sofrer uma espécie de maldição lançada por Skinner, e sente na pele todos os excessos que este comete. Escrito através de várias vozes (praticamente todas as personagens vão surgir na primeira pessoa), é a partir daqui que o livro se torna mais louco, mas também mais divertido.»

------------------------------
Nota: sinopse do livro retirada do sítio Time Out Lisboa.

1 comentários:

Pedro Bento disse...

e por causa disto tudo vou ver o trainspotting pela decima nona vez!!!!