Saúde Ambiental. Salud Ambiental. Environmental Health. Santé Environnementale.
Para que se saiba mais sobre Saúde Ambiental, Saúde Pública, Segurança Alimentar, Segurança e Higiene do Trabalho, Educação Ambiental. Para que se saiba mais sobre nós, Técnicos de Saúde Ambiental.
Todas as opiniões aqui expressas são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
AGORA ESTAMOS AQUI

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Mestrado em Saúde Pública: missão cumprida

Hoje foi um dia especial.
Hoje foi o culminar de três anos árduos que implicaram abdicar de muitas coisas.

Foi hoje a discussão/defesa da minha dissertação do curso de mestrado em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) da Universidade Nova de Lisboa, com o título Satisfação Profissional nos Serviços de Saúde Pública: a satisfação na reestruturação da Saúde Pública.
A aventura começou em Setembro de 2004 com a parte curricular e terminou exactamente três anos depois perante um júri constituido pelo Doutor Carlos Silva Santos, Professor Auxiliar convidado da ENSP, que presidiu, tendo como vogais a Doutora Maria Filomena Mendes Gaspar, Presidente do Conselho Directivo da Escola Superior de Enfermagem de Maria Fernanda Resende, na qualidade de arguente e o Doutor Luís Graça, Professor Auxiliar da ENSP, na qualidade de orientador.

Está feito!...
Ainda há quem me questione para que serve este (ou qualquer outro) mestrado para um Técnico de Saúde Ambiental (TSA) . Pois... actualmente diria que antes de servir para qualquer outra coisa, faz bem ao ego.

E porque a dissertação não se fez sozinha e houve mais "mãos" além das minhas, que deram um empurrãozinho para que este objectivo fosse alcançado, queria aqui agradecer àqueles TSA que de uma forma ou de outra, me ajudaram nesta labuta. Eles foram:
  • Ana Ferreia, coordenadora do Curso Superior de Saúde Ambiental da ESTeSC;
  • Ana Teresa Oliveira, colega do Centro de Saúde da Póvoa de Santa Iria;
  • Alexandra Monteiro e Dália Pinheiro do então CRSP do Algarve;
  • Duarte d'Oliveira, colega do Centro de Saúde de Salvaterra de Magos;
  • Olga Monteiro, colega do Serviço Concelhio de Saúde Pública do Porto; e
  • Sílvia Silva, colega do Centro de Saúde de Esposende.
Agradeço ainda à Gabriela Rodrigues, Engenheira do Ambiente do então Centro Regional de Saúde Pública do Norte e, obviamente, a todos aqueles que possibilitaram a prossecução deste estudo ao participarem na qualidade de sujeitos da amostra, tenham sido eles TSA ou Médicos de Saúde Pública.

Por último, mas não menos relevante, um agradecimento a todos os Delegados Regionais de Saúde e respectivos Adjuntos, que assumiram este projecto como sendo também deles, em especial aos da região Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve. A todos os outros, aqueles que de alguma forma o tentaram inviabilizar, recusando-se a participar no estudo, ou "inquinando" a distribuição do instrumento de recolha de dados, o meu obrigado na mesma. Afinal, se tudo fossem rosas, se não houvesse resistência, para quê continuar a lutar??

3 comentários:

Duarte d'Oliveira disse...

Colega,

Agradeço-lhe a referência, mas, como sabe, todo o trabalho foi seu. Eu não sei sequer se cheguei a dar um “empurrãozinho”…

Saúdo-o, por concretizar um dos seus objectivos e também pelo que o seu percurso académico representa, sobretudo para os TSA mais jovens, no espaço socioprofissional.

Parabéns!

Anónimo disse...

Parabens vitor
tu mereces
jinhos marilia

Namaste disse...

Muitos Parabéns então caro colega!
Foi um esforço que valeu a pena. Bjinhos